domingo, 23 de agosto de 2015

É 23!!!


É quase inacreditável, mas hoje completamos 23 anos de existência como Grupo de Canto.
Anos de muitas emoções, alegrias, tristezas, chegadas, partidas, saudades...
Sobretudo, anos de dedicação ao serviço e zelo pela animação litúrgica.
Anos que nos provaram a ferro e fogo, na nossa amizade.
Anos que nos fizeram aprender a ceder, ter caridade, partilhar, considerar, cuidar e amar.
Começamos sem muita pretensão, lá pelos idos de agosto de 1992... O grupo era formado por aproximadamente 25 pessoas e depois de certo tempo cresceu bastante... Chegamos a ter 52 componentes... E o convívio entre tanta gente ensina muita coisa...
Muito acima da quantidade de pessoas envolvidas com o grupo, o que sempre se fez valer, em primeiro lugar, foi a qualidade de nossos relacionamentos. Os desacertos, quando existiram, sempre foram resolvidos para privilegiar o que realmente é mais importante: o convívio pacífico e amoroso...
Durante esses 23 anos de existência, com a mais absoluta certeza, soubemos exercitar-nos na paciência, na tolerância, no amor, na fraternidade, no “fazer-se um” na alegria e na tristeza... Especialmente, cada um teve que aprender, dentro do grupo, a valorizar o coletivo, a tornar-se pequeno, a fazer sua voz soar em harmonia com as outras, sem se destacar e sem desaparecer... Esforço constante para que todos fôssemos uma só voz: harmoniosa, melodiosa, transmissora de paz, amor, união...
Nossa, isso não é pouca coisa... É muita! Porque exige desprendimento, fazer-se pequeno, desapegar-se das próprias vaidades para que o grupo prevaleça e o que apareça seja tão somente uma única canção.
Nesses 23 anos ainda, já estivemos em inúmeros lugares, levando a nossa música... Foram missas, apresentações, casamentos, cantatas e tantos encontros...
Invariavelmente, temos tido um bom retorno do nosso "desempenho". Talvez nunca tenha havido uma única vez em que, ao menos uma pessoa, não se aproximasse de um de nós para dizer o quanto estava bonita a nossa cantoria... Até nos acostumamos a pensar e a dizer que "o Espírito Santo sopra nos ouvidos", para justificar o fato de que no meio de nossas grandes falhas como coro, ainda assim as pessoas apreciam e se agradam do que ouvem...
A gente gosta dos elogios, claro! E sorrimos todos, contentes! Afinal, não é pouco o esforço de cada um para dar o seu melhor: são dias e dias de ensaio, de salinha (ah, a salinha...) e às vezes mais do que duas horas e meia, "batendo" poucas músicas...
De fato é bom – muito bom – ter um retorno positivo, mesmo que em algumas ocasiões tenhamos plena consciência da condescendência de quem elogia.
Não bastasse isso, tivemos a felicidade de ouvir de um sacerdote, há pouco tempo, que nós CANTAMOS A MISSA e não “cantamos na missa"... Foi lindo de escutar...
Lindo, porque "cantar a missa" é estar em total integração com a Liturgia e esse foi sempre um objetivo fervorosamente perseguido... mesmo que, às vezes, alguns fiquem muito contrariados quando uma ou outra música é mudada durante a missa, o que foi ensaiado "não fica valendo" e o que é cantado sai no improviso...
Aí sempre esteve a nossa esperança: que cantar a liturgia é muito mais importante do que sair tudo perfeito, pois, aí sim, o Espírito atua: onde e quando é preciso, porque o que realmente importa é o que Deus quer falar.
Que possamos continuar CANTANDO A MISSA!
Que possamos continuar exercendo esse amor-serviço ao Senhor!
Que essa possa ser uma pequena fagulha da nossa imensa gratidão ao Criador, por tantas graças recebidas!
E que esse “tão pouco” que podemos, possa ser instrumento de Deus para alcançar a muitos, no amor do Cristo Jesus!

Que os nossos queridos que já voltaram ao Pai, deixando-nos seu exemplo e grande saudade, continuem cantando conosco lá do céu...
Que todos nós possamos estar juntos novamente um dia, na glória de Deus, cantando a Ele a alegria de termos nos tornado quem somos por termos aprendido a nos amar... não pelo que vemos um nos outros – isso poderia nos fazer desistir –, mas pelo que não vemos! Só esse exercício em Deus já terá valido muito a pena...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...