quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Alegria na simplicidade

      Quando a Tunner, sim, nós temos uma - MarlyTurner - sugeriu um churrasco de Carnaval-chova-ou-faça-Sol, cochichei no ouvido da minha vizinha se ela topava decorar o lugar escondido de todo mundo. E ela, que é daquelas pessoas lindas que curtem tudo, se entusiasmou.
      Avisei o dono da grana que todo mundo sabe bem quem é e - sabe Deus como - ele nem protestou. Kkk  A vizinha ficou sumida uns dias e o coração amigo sempre "vê" que, se o amigo some, não se trata de não querer e certamente de não poder. Fui esperando, aguardando, e às vésperas do tal dia, desci ao centro da cidade para ver se encontrava alguma folia.
      Obviamente pouca coisa ainda havia e quando estava quase desistindo, encontrei umas máscaras e objetos que poderiam despertar um pouquinho de bagunça.
      Mas a surpresa mais linda foi ver a acolhida e toda alegria vivida pelo grupo todo. Acolhida que fez a alegria imaginada ser multiplicada!
      Uns curtiram os outros. Cada um brincou um tanto. Vibraram ao ver as fotos e achavam- se todos lindos! Eu também os achei.
      E fui sentindo aqui dentro algo tão especial.      
Filmei a marchinha, os ouvi cantar. Senti a felicidade da simplicidade. Com menos dinheiro que se possa imaginar, quanta alegria sente o coração que se dá com pureza e verdade!
      O que poderia ser ruim nessa disposição do coração? Tudo foi tão bom!
      Sentimos a falta de alguns, que o coração fraterno  compreende e quer perto, sempre! À vizinha desejamos que se refaça o mais depressa e venha logo cantar e conviver!
       Curtimos também a presença de algumas visitinhas. Voltem sempre! Foi muito gostoso papear e estar com vocês!
      E agradecemos a cada um.
      O churrasco estava delicioso por causa de cada um de vocês! Porque vocês são simples assim. Abraçam os momentos que temos!
      Saboreando o cafezinho feito com muito amor pela querida "gateeenha" da turma, eu fiquei pensando como Deus é carinhoso e como fica perto de nós quando O escolhemos por primeiro. A chuva caia mansa nessa hora. Já era fim do dia e havia paz!
      A vida poderia ser sempre assim! Acolhimento, simplicidade! Expressão de dons. Uns jogando, outros conversando, uns cozinhando, outros bebendo, mas todos compartilhando e cuidando do sentido de estar junto!
    Valeu a dica do Carnaval, Turner querida! Hahaha.
    Você e seu lindo também estavam demais!!!



Se você quiser ver mais fotos, entre aqui

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Cantar a missa...

Nesses quase 23 anos de existência de nosso grupo, já estivemos em inúmeros lugares, levando a nossa música... Foram missas, apresentações, cantatas e tantos encontros...
Invariavelmente, temos um bom retorno do nosso "desempenho".
Acho que nunca houve uma vez em que, ao menos uma pessoa, não se aproximasse de um de nós para dizer o quanto estava bonita a nossa cantoria...
Até nos acostumamos a pensar e a dizer que "o Espírito Santo sopra nos ouvidos", para justificar o fato de que no meio de nossas grandes falhas como coro, ainda assim as pessoas apreciem e se agradem do que ouvem...
"Estava lindo!". "Que maravilha!" "Vocês arrasaram" (essa é sempre da querida Maria, do Moysés) "Vocês não ficaram devendo nada para os outros grupos" (essa é sempre do Ananias, da Marilda, tão querido também...)
A gente gosta, claro!
E sorrimos todos, contentes! Afinal, não é pouco o esforço de cada um para dar o seu melhor: são dias e dias de ensaio, de salinha (ah, a salinha...) e às vezes mais do que duas horas e meia, "batendo" poucas músicas...
De fato é bom - muito bom - ter um retorno positivo, mesmo que em algumas ocasiões eu tenha plena consciência da condescendência de quem elogia.
Mas nunca como no sábado, lá na Igreja Santa Teresinha, senti o coração aquecer e derreter tanto...
Ouvir de um sacerdote que "Vocês CANTAM A MISSA e não 'cantam na missa'", foi lindo de escutar.
Lindo, porque "cantar a missa" é estar em total integração com a liturgia e esse foi sempre um objetivo fervorosamente perseguido... mesmo que, às vezes, alguns de vocês fiquem muito contrariados quando uma ou outra música é mudada durante a missa e o que foi ensaiado "não fica valendo" e o que é cantado sai no improviso...
Aí sempre esteve a minha fé: que cantar a liturgia é muito mais importante do que sair tudo perfeito, pois,  aí sim, o Espírito atua onde e quando é preciso, porque o que realmente importa é o que Deus quer falar.
Posso dizer com toda a certeza: nunca recebemos um elogio tão lindo! Nunca meu coração ficou tão aquecido tão somente por quatro palavras: "Vocês cantam a missa".

Isso foi sempre o que eu tão "somente" quis.

Obrigada, Senhor!
 

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Santo (à capela)

Quarta linda, de ensaio delicioso!

Santo! Santo! Santo! É o Senhor entre nós!

Quem disse que à capela não é lindo também?

Bem-vindos todos, de volta ao serviço...
Que 2015 seja pleno de amizade, amorosidade, união e CANTO!



segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Tudo fala de meu Deus

Acabaram-se as nossas férias e já é tempo de despachar a saudade...
Alguns de nós nos encontramos na missa deste domingo, mas esta quarta-feira é dia marcado de volta às atividades.
Vendo os abraços apertados e os sorrisos escancarados nos reencontros, percebo quanto tudo isso fala de Deus entre nós...
Um Deus apaixonado, que incansavelmente nos chama a Si e nos une de um jeito tão gentil e amoroso. Claro que isso vale para quem realmente quis e quer estar unido... mas pensando bem, mesmo àqueles que não fizeram questão, Seu amor é tão tangível na nostalgia das falas e das saudades, que nem assim os vejo "de fora".
Porque tudo fala de Deus entre nós e esse amor, mesmo aos trancos e barrancos, fala de Deus ao mundo...
Feliz quem pode ver, sentir, acolher...




O orvalho da manhã criança

O orvalho da manhã criança me fala de meu Deus.
O cantar da brisa mansa me fala de meu Deus.
A rola que turturina me fala de meu Deus.
Minha vida uma canção ensina:
a canção que eu fiz para meu Deus.

Ô, o, o, o, o,...

A dor do meu irmão que chora me fala de meu Deus.
A alegria que hoje eu vi lá fora me fala de meu Deus.
A esperança, que aqui dentro vai, me fala de meu Deus.
E bem dentro de minha alma sai
a canção que eu fiz para meu Deus.


Ô, o, o, o, o,...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...