segunda-feira, 3 de junho de 2013

Não desista, amigo(a)


242- Não desista, amigo

 
Tenho um amigo triste, ele não sabe amar.
Ao começar desiste, pois vence o medo, que pode mais.
Sabe-se muito errado, mas não sabe porquê.
Eu sei que muita gente o mesmo sente no seu viver.

 
O amor pede passagem pra cantar no seu jardim
Você que dorme ainda, faz de conta que esqueceu
das coisas venturosas que a vida ofereceu, sem cobrar.
A flor pede passagem, quer sua vida perfumar
Acorde, não desmaie, não desista,
que é melhor viver atribulado,
mas saber que se doou, sem cobrar. 

 
Tenho uma amiga triste, ela não sabe amar
Ao começar desiste, pois vence o medo, que pode mais.
Sabe-se muito errada, mas não sabe porquê.
Eu sei que muita gente, o mesmo sente no seu viver


O amor é sementinha que precisa de um jardim.
Jardim de terra boa, água fresca, brisa e Sol.
Do Sol na Primavera e das chuvas no Verão, sem cansar.
Semente vira planta e a plantinha vira flor.
A flor morre no fruto que se oferece em dom.
A vida, então, renasce pra cantar uma canção

Canção de amor, canção de amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...