domingo, 27 de janeiro de 2013

Seu olhar... (Parabéns, querida!)

 
Amada amiga e doce regente Marly!
 
Faz muito tempo que pensei em escrever sobre uma expressão sua que muito tocou meu coração durante nossos intensos dias de ensaio, antes da apresentação de Natal na igreja Santo Antonio. Que foi belíssima e emocionante, por sinal!
 
Uma das suas características como regente é gravar a voz dos quatro naipes. Senhor Deus! Você pode até esquecer as letras das músicas, mas sabe nossas notas e desliza ou dança de uma pra outra com a maior facilidade. Aliás, já vi gente exigindo que você cantasse somente uma voz por inteiro e morremos de rir quando você, sem nem perceber, pula pra outra voz...
 
 
Se eu me deixasse levar pelo sentido emocional disso, teria muita coisa pra dizer, mas vou me deter no sentido que me comoveu aquele dia... você é conosco, com cada um de nós, igualmente. Todos são importantes pra você. É bonito de ver.
 
Um dia, durante os ensaios no final de ano, você começou a se explicar que estava fechando os olhos pra não se perder em nós. Hum? Como é que é isso?
Você respondeu: gente, desculpe, mas quando estou aqui regendo e olho pra um de vocês, eu vejo um mundo e me sinto absorvida no que estão sentindo... me emociono com o que vejo e as lágrimas marejaram seus olhos... O compromisso da Cantata de Natal não nos dava tempo pra mais nada e então eu silenciei com aquela sua fala, encantada pelo amor que você tem por esse grupo, por cada um.
 
Acho que hoje - seu aniversário! -  é um lindo dia pra vir aqui agradecer esse vínculo digno e profundo que você tem com as pessoas. E dizer pra você que esse olhar amoroso nos faz melhores do que somos, mais dignos do amor de Deus, simplesmente porque de você vem um Bem imenso!
 
Nos dias atuais, não sei quantas vezes escuto pessoas dizendo da falta que um olhar faz! Obrigada por olhar e amar assim! Que Deus a abençoe sempre, querida! Que lhe dê saúde, paz e alegria!
 
Receba meu abraço apertado, unida com o grupo. Tenho certeza que muitos diriam o mesmo... como somos agraciados por tê-la em nosso viver! Parabéns, linda! Beijo em seu coração!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Agora mesmo!

 
Uma pessoa muito querida reclamou ontem de saudade.
Enviou junto uma bela e verdadeira mensagem que serve para nos situar e animar!
Obrigada, Célia, querida!
Saudades de você também!
Vamos 'matá-la' agora mesmo?
Beijo no coração de quem passar por aqui!
 
 
 
"Nós nos convencemos que a vida ficará melhor um dia, quando nos casarmos, quando tivermos um filho... e depois outro. Então ficamos frustrados porque nossos filhos são bebês... Não têm idade suficiente... E seria melhor se tivessem. Depois nos frustramos porque temos filhos adolescentes e temos que lidar com eles... E não sabemos ao certo como fazer isso. Certamente seremos mais felizes quando nossos filhos tiverem passado dessa fase. Então pensamos que nossa vida só será completa quando nosso cônjuge conseguir o que busca, aquela esperada promoção no serviço. Quando tivermos dinheiro para comprar a casa dos nossos sonhos; quando tivermos comprado um carro melhor ou o segundo carro, ou tivermos condições financeiras para fazer uma longa viagem, ou enfim, quando tivermos aposentados.
 
A verdade é que: Há melhor época para ser feliz do que agora mesmo? Se não, quando? Sua vida será sempre cheia de desafios. Melhor admitir isso para você mesmo e decidir ser feliz agora, de qualquer modo. Por muito tempo pensamos em quando nossa vida vai se tornar uma vida de verdade. Mas sempre há um obstáculo no caminho, algo a ser ultrapassado antes de podermos começar a viver, um trabalho a ser concluído, uma conta a ser paga, um bom material a ser adquirido. Aí sim, pensamos, a vida de verdade vai começar. Por fim chegamos à conclusão de que esses obstáculos são a própria vida, a nossa vida de verdade. E essa perspectiva é que nos faz ver que não existe o caminho para a felicidade; A FELICIDADE É O CAMINHO.
 
Assim, aproveite todos os momentos que você tem ou pode ter. Crie-os. E aproveite-os mais. Se você tem alguém especial para compartilhar, para dividir. Especial o suficiente para passar o tempo, mesmo que seja para fazer nada, compartilhe, divida. Só não se esqueça que o tempo não pára, nem espera ninguém. É utopia esperar pelo momento ideal, o que vale é o ideal momento... Portanto, pare de esperar... Até que você termine a faculdade; até que você volte à faculdade. Até que você perca 5 quilos, até que você ganhe os cinco quilos. Até que você tenha filhos; até que seus filhos saiam de casa. Até que você se case; até que se divorcie. Até sexta feira à noite; até segunda de manhã. Até que você tenha comprado um carro novo; uma casa nova, maior, mais bonita. Até que seu carro e casa tenham sido pagos. Até o próximo verão, outono, inverno, primavera. Até que você esteja bem empregado, até que esteja aposentado. Até que você aprenda a dançar; até que toque sua música preferida, até que tenha terminado seu drink. Até ficar sóbrio de novo. Pare de esperar, até que você morra e decida que não há melhor lugar e hora para ser feliz, do que AQUI e AGORA.
 
Felicidade é uma viagem e não um destino, por isso: trabalhe como se não precisasse do dinheiro. Ame como se nunca tivesse se machucado. Apaixone-se como se fosse a primeira vez. Confie como se nunca tivesse sido traído. Cheire uma flor como se fosse uma abelha. Olhe para o sol e para a lua, como se eles nunca mais fossem aparecer. Admire as estrelas, como se elas só estivessem ali esta noite. VIVA todos os dias como se fosse o último. E dance, como se ninguém estivesse olhando.
 
Autor desconhecido
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...