segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

E seguimos cantando...

E nossa confraternização foi um encanto.
Apesar da falta de alguns (que aconteceu?) e do calooor, foi um bonito encontro que guardava muitas histórias vivenciadas ao longo deste 2012.
Depois de um ano de muitas conquistas, bençãos, lutas, dificuldades, perdas, partilhas, a música mais bonita foi ofertada no altar de cada missa, um ano inteiro - Deus companheiro - havia então muito pra celebrar! Festa, mesa farta e muito saborosa, bebida geladíssima, presentes pra brincar e alegria...
Não sabemos quantos mistérios divinos se esconde dentro desse Grupo tão bonito, mas sabemos o imenso Amor que ele contém. Aos pouquinhos vamos colocando esses tesouros por aqui.
Hoje, seguem as letras das músicas parodiadas para os nossos queridos Marly, Luci e Chico.
Foi a Sueli quem escreveu. A primeira é embalada pelo "Canto 90" do nosso Folhetão (sua música predileta)... vejam que lindos dizeres ela escreveu para os nossos cristais.
A segunda foi inspirada pela música "Naquela mesa", de Nelson Gonçalves. Foi carinho pro Chico redescobrir o valor que ele também tem.

Essa semana será bem intensa e ainda teremos outros momentos juntos! Que delícia!

Beijo carinhoso no coração de cada um.

Cláudia




Luci e Marly – Os nossos Cristais

Pelos anos caminham / Luci e Marly

Conduzindo-nos todos / pelos sols, lás, sis

E nos dias de pedra e naqueles de amor

Revigorando planos / de louvar ao Senhor!
 

Olhem as flores do encanto / que trazem no olhar

Quando em dias de gala / nos pomos a cantar

E a gente se faz grande / por tanto amor,

E com brilho nas vozes / louvamos ao Senhor!

 
Pelos anos caminham / Luci e Marly

Conduzindo-nos todos /pelos sols, lás, sis

Como estrelas brilhantes / num céu de alegria,

Guiam a nós, seus cantantes / seus Josés e Marias

Mesmo quando cansados / nos pomos em pé

E seguimos cantando / os dós e os rés

Pelos anos caminham / Luci e Marly

Conduzindo-nos todos / pelos sols, lás, sis


Diz o canto noventa / que agora versejo

Que José e Maria / um Deus escondiam.

Nossa história é distinta / pois em nossos cristais,

Nosso Deus está à mostra,

Não se esconde jamais.

 

Ao amigo Chico

No nosso coral / faltava um som

Que só um grande dom / podia preencher

E ele veio / violão em punho

Com os seus acordes / nos enternecer.

Além do som / nos trouxe amizade

Que pra nós na verdade

É um bem maior,

E o seu legado para esse Grupo

Não tem preço, amigo

Nos fez ser melhor


Nosso coral se tornou mais rico,

Com o seu sorriso / querido amigo Chico,

Nosso coral se tornou mais rico

Com os seus acordes,

Querido amigo Chico.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...