quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Doce Marina...

 
Viver, como sempre, é dimensionar os acontecimentos a nossa volta e escolher as ações que devemos e/ou queremos tomar diante delas.
Quase sempre estamos na igreja, buscando acertar o canto, a letra, o tom, e entre tantos detalhes que importam, algumas vezes na angústia, olhar pra esse sorriso é algo absolutamente especial.
Se não bastasse o sorriso, há um carisma... ahhh, que carisma!
Ela junta os dedinhos das mãos e nos diz que as coisas são "muito chics", derretendo-se de tanto charme! E, para nosso total encantamento, sabe todas as músicas que cantamos, adora de paixão o pandeiro e imita a doce regente quando está em casa. No ritmo certo bate palmas e acompanha - quase sustentando - toda nossa alegria! Quase? Vontade de beijar e apertar, vontade de chorar de tanta alegria!
Olhar pra ela é de aliviar a alma, de saber-se certo, no lugar e hora certos. Perfeição! Uma outra perfeição. Aquela que almejamos a vida todinha, ali, disponível, pertinho das nossas mãos. Da gente.
Deus nos fala de tantas maneiras e essa certamente é uma das mais doces... Marina! Ah, Marina, você nem imagina o quanto a gente ama você apaixonadamente!... só temos a agradecer!
Ontem ouvi seu avô contando que você pede mil vezes que ele coloque o cd do coral pra você cantar... mais responsável que todos nós juntos, você nasceu assim, especialmente pra nos iluminar! Sorria sempre, Marina, cante sempre conosco, querida! Alegria mais linda não há!...
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...