segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Amiga

Fui vê-la após a vida..
e não é que não era ela?
E no espanto desta descoberta,
A certeza da verdade,
antes só dita, e finalmente sentida:
Era só pó!

Ela, a nossa Verinha, estava mesmo era por alí,
implicando com a gente, fazendo “espirra gato”,
tagarelando, futricando dos que pediam silêncio.

Ela estava por alí,
Como antes.
Chorando a verdade da dor,
Mas reafirmando sua fé
e sua vontade de viver.
E quando se tornou inevitável,
se fez bonita.
Colocou lenços e fitas,
beijou os amigos,
Sorriu e cantarolou
enquanto e quanto podia.

Aceitou complacentemente nosso mimo.
E por, isso a pudemos mimar.
Dia após dia.
E ela era que era só amor.

Me disseram que foi assim que se foi.
Cantarolando.
Eu ainda olho no horizonte, esperando vê-la voltando...
Certamente há de estar chegando...

                                             Sueli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...