terça-feira, 3 de abril de 2012

Minha alma se esvai em tristeza

 

151- Salmo 31  

1. Minha alma se esvai em tristeza
E meus anos se vão em gemidos.
Enganado por meus opressores,
Só em Ti eu encontro abrigo.  

Atende, Senhor, o clamor do meu coração,
o meu Espírito entrego em Tuas mãos.  

2. Quanto angústia... meus olhos são tristes
E me vejo qual vaso partido.
Mas tua face é a luz que procuro,
De tua vista eu não seja excluído.  

3.  Às ocultas me dizem blasfêmia,
Por tua Graça, tão plena, me salves.
Em correntes pesadas me ataram,
Vem depressa, Senhor, libertar-me.

4. Tem piedade de mim, Senhor Santo,
Sê a casa que possa abrigar-me.
Ao meu lado só tramam a morte,
mas confio que vens libertar-me.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...