terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Viva Santa Luzia!

Hoje é dia de Santa Luzia e sempre me lembro que é o dia do aniversário da Luzia (e agora veio somar-se à lembrança o Lúcio, que há pouco está entre nós). Mas, inevitavelmente, me lembro muito do Mário também, pela experiência que tivemos um dia em que cantávamos lá na Igreja São Judas. Que dia era não tenho lembrança, mas devia ser comemoração de algo especial. Estávamos cantando e ele saiu de repente, indo para a sacristia, com a mão em um olho. Terminada a música, fui atrás para saber o que acontecia. Ele estava assustado e me disse que tudo estava escuro naquele olho, que não enxergava com ele. Lembro-me de pedir a alguém para levá-lo para a Beneficência, onde funcionava o Hospital de Olhos... Se a memória não estiver ruim, foi o Cortez que o acudiu.
O diagnóstico não foi menos assustador e ele deveria passar por cirurgia, pois havia tido descolamento de retina. Um bom tempo se passou para que tudo voltasse à normalidade para nosso compaheiro de canto e, nesse meio tempo, veio uma "promessa" interna - minha, dele e da Adair - de que iríamos cantar na Paróquia Santa Luzia, para agradecer.
Passado muito tempo isso aconteceu, quando fomos convidados a cantar na missa de Dedicação da Igreja Santa Luzia, numa grande solenidade, o ano passado. Finalmente, o empenho feito se concretizava... A Luci não pôde estar e nesta ocasião o Richard veio se somar, novamente, a nós. Cantamos bonito, lembram-se?
A seguir, disponibilizo a música Santa Luzia (Santa Lucia),  na voz de Andrea Bocelli, para recordarmos o que cantamos aquele dia. Se alguém quiser ver uma solenidade emocionante (tem quase uma hora de duração) das comemorações do dia de Santa Luzia, na Suécia, entre aqui.
Abaixo, um texto maravilhoso do Pe. Fábio de Melo, sobre o olhar - o nosso olhar, o olhar que precisamos buscar e ter a respeito dos outros e de nós mesmos.





Olhe demoradamente para si... 

Pe.FábiodeMello - 17/09/2007


Esperanças costumam nascer das derrotas.
É a resposta da vida quando o silêncio parece prevalecer sobre suas falas.  

Eu gosto de ouvir as vozes dos acontecimentos.  

O desafio é calar minhas perguntas desnecessárias. Enquanto pergunto eu perco o poder de ouvir. Minha voz e suas interrogações não me permitem perceber a resposta que está alojada no interior do acontecimento.
Perseguir o silêncio é o mesmo que perseguir a sabedoria. Os sábios falam menos e escutam mais. Eles não se apressam em dar nomes às realidades. Eles demoram os olhos na realidade e sabem aprecia-la sem pressa. Olhar devagar é um dom que desejo possuir.
O olhar apressado é a matriz de todo preconceito. Acho que vi, mas não vi. E o pior, digo que vi, sem ter visto.
Jesus só olhou o mundo sem pressa. E por isso Ele era capaz de ver o que ninguém via. Olhou Madalena e não viu a prostituta que todos viram. Viu a mulher, viu o ser humano que precisava ser resgatado dos olhares apressados que a condenavam.
Olhou Pedro e não viu somente o pescador. Viu o homem que poderia vir a ser. Viu a eloqüência das palavras aprisionadas em seu "não saber dizer". Viu o profeta escondido detrás da timidez e do medo. Ultrapassou os excessos da vida errante e enxergou o santo que ali estava adormecido.
Eu não sei como anda o seu olhar sobre si mesmo. Não sou conhecedor da pressa ou da calma do seu olhar. Uma só coisa eu sei, e sobre isso quero lhe dizer. Há em você um universo de verdades a ser descoberto. Há uma humanidade linda que ainda precisa passar pelo processo do florescimento.
Não sabe por onde começar? Eu lhe dou uma dica. Comece a prestar atenção no jeito como você se enxerga, no jeito como você se trata, no jeito como você se interpreta. Não aloje em seu coração sentimentos que sejam contrários à sua felicidade. Não deixe demorar dentro de você o que na vida não valeu à pena. Expulse de sua mente tudo o que for contrário ao que Deus espera de você.
Cultive esta certeza: o olhar de Jesus já lhe atingiu! Ele confia profundamente em tudo o que você ainda pode ser. Não se prenda aos seus fracassos. Eles não são nada perto de tudo o que Deus preparou para o seu futuro. Derrotas podem ser fontes de esperanças... Veja o avesso de suas inseguranças. Há uma coragem que você precisa enxergar. Ela é necessária como o pão de cada dia.

         Hoje é dia de olhares demorados...
        Veja em você o que Jesus já viu. Lance sobre você um olhar amoroso. É disso que você está necessitando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...