sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Total comunhão

As duas últimas semanas foram de grandes encontros e belas experiências.
Primeiramente a experiência de cantar em uma cerimônia de adeus a uma garotinha de dez anos, que partiu de repente. Situação delicadíssima, na qual ficaram patentes o grande amor de cada um que pôde comparecer para cantar e tocar... Amor ao próximo, superação de sofrimentos pessoais, entrega total àquele momento. Embargados pela grande emoção, penso que conseguimos ser amor para quem nos chamou, mesmo que não tivéssemos pleno domínio das próprias vozes.

Na quinta-feira passada (8/12), fomos surpreendidos, eu e o João, pelo empenho de nossos filhos e de vocês em comemorar nosso aniversário de casamento. Surpresa belíssima e comovente, pois como não é de praxe uma comemoração festiva de 32 anos de casamento, ficamos intensamente tocados com a delicadeza de todos em transformar uma data, que é tão significativa para nós, em uma grande confraternização, cheia de detalhes e mimos. Para nós, tudo foi expressão imensa de carinho e aconchego, que agradecemos de todo coração e com toda a alma. Obrigada, meus lindos.

No sábado (10/12), nossa festa de confraternização coroou com muita alegria as nossas vivências deste ano. Brincamos, rimos, "roubamos" presentes (até o padre!!!), nos deliciamos com uma comidinha caseira e muito bem feita. E comemoramos os aniversários do mês, cantando nossa "bênção" aos aniversariantes. Enfim, um dia de muita folia! Mais legal ainda, foi ver algumas pessoas se mobilizando, durante esta semana, para devolver os presentes "roubados". Nossa, isso é de me encher de ternura...

E ontem, uma vez mais em festa, comemoramos os cinco anos de ordenação do padre Giuliano...  Fazer o pps que o homenageou me deu oportunidade de, olhando todas aquelas fotos, refletir imensamente como é lindo o chamado que Deus faz a cada um. Um chamado a vir-a-ser...
E como foi bonito ver aquele bebezinho tão lindo, que bem poderia ser nosso filho, caminhando para atender a voz do Senhor. E não estou falando somente em atender a vocação de ser padre, mas em atender ao chamado fundamental, que cada um de nós também tem, que é ir se construindo como pessoa, daquela maneira que Deus pensou e chamou à vida... Menino novo, que me parece extremamente tímido, deu espaço a uma grande espiritualidade. Vejo que tem um enorme respeito e amor às pessoas pelo cuidado com que lida e trata a todos. Nós realmente temos um grande privilégio de ter o Pe. Giuliano conosco e podemos junto com ele ir construindo uma comunidade melhor e maior. Parabéns Pe. Giuliano! Que Deus o conserve nessa pureza de alma e no amor ao Senhor, ao próximo e às coisas da Igreja.

A música que se segue fala do Amor-Comunhão de Deus. Ela fala por si mesma.
Gravamos em casa, com o Xico ao violão. Embora as condições de gravação não tenham sido favoráveis e sim, nós podemos cantar melhor do que isso, foi o que pudemos fazer naquele dia. Vale pela bela mensagem e por nosso empenho.





493- Total Comunhão (Com.)

Teu amor vai além da medida,
se a medida é o meu próprio pensar.
O teu sonho é partilha e convida
todo ser a saber partilhar.

Teu amor é de Pai e de filho,
sem limite, é de eterno vigor,
é de Espírito Santo teu brilho,
é total Comunhão teu Amor!

Teu Amor vai além da medida,
se a medida é o que posso fazer.
O universo confirma que a vida
é o sublime destino do ser.

Teu amor é de Pai e de filho,
sem limite, é de eterno vigor,
é de Espírito Santo teu brilho,
é total Comunhão teu Amor!

Teu Amor vai além da medida,
se a medida é o que posso dizer.
Minha voz é tão frágil, partida,
só tua voz é que ensina a viver.

Teu Amor vai além da medida,
se a medida é o que sei merecer.
Meu sustento, razão, minha lida
só tuas mãos é que podem manter.

Teu Amor vai além da medida,
se a medida é meu próprio querer.
Quero a paz nesta terra sofrida
e tu queres o céu estender

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...