quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Célia Belai

    Uns dias atrás, a Silvia do coral me perguntou o que eu fazia da vida, enfim queria saber um pouco mais sobre mim, então resolví contar brevemente sobre minha vida.
   Sou viúva há 3 anos e meio, tenho 2 filhos casados e 4 netos.
   Quando meu primeiro neto nasceu (Felipe), ficamos muito felizes, pois o amor de avós para neto é inenarrável; mas logo ele começou a apresentar um sangramento nas fezes e depois de irmos a Campinas, S.Paulo, Botucatu e Curitiba foi constatado que ele e um priminho (filho da irmã da minha nora) tinham uma doença chamada Wiscot-Audrich, que é mais severa que a leucemia. Antes de sabermos o diagnóstico do Felipe, nasceu o Guilherme (irmão) com a mesma doença. A conduta para esta doença é só transplante de medula, o qual o Pedro, priminho deles, nem conseguiu fazer, pois veio a falecer em abril de 2007.
    Em agosto de 2007, partimos eu, meu filho Fernando, minha nora, a mãe dela e meus 2 netos para Curitiba, para fazer os transplantes nos meninos (posso dizer que foi um calvário). Ficamos em Curitiba até 30 de abril de 2008, viemos embora, nesse dia, para enterrarmos meu neto, o Felipe, e viemos já sabendo que o Guilherme estava perdendo o transplante.
    Quinze dias após a morte do Felipe, nasceu a Maria Fernanda, irmã dos meninos e, no dia 12 de junho, meu marido enfartou e faleceu. Estamos ainda na luta com o Guilherme.
   Quis contar um pouco sobre mim, para dizer que, embora tenham acontecido muitas coisas tristes comigo, sou feliz, gosto de viver intensamente, junto com meus filhos, netos, pais, irmãos e amigos. Tenho outra neta, filha do Eduardo (Maria Eduarda).
    Onde entra o Coral na minha vida?
   É com muito carinho que posso dizer, que foi uma coisa maravilhosa que aconteceu comigo; digo que o coral é minha terapia. Sou muito agradecida a todos que me receberam, a generosidade e amor que todos me dão; amo a todos, do fundo do meu coração.
A vida é para se viver a cada dia, sempre almejando a felicidade... Viver o evangelho, é procurar ser melhor,a cada dia; praticá-lo é viver o amor.

Célia Regina Bertoli Belai

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...