sábado, 29 de outubro de 2011

Ontem...

“O amor, de onde nascem coisas boas, pessoas reuniu. Plantou um ideal em suas almas, tempo novo se abriu, para Deus Pai louvar, o Cristo honrar – um sonho plantar! – e o Santo Espírito, o Sopro Divino, lhes abençoar”.
Acho que mesmo inconscientemente, quando escrevi a primeira estrofe do nosso Hino do Cinquentenário,  de alguma forma, pensava primeiramente em nós, como grupo de canto.
Quem esteve presente ontem à noite nas festividades do nosso padroeiro pôde conferir um show de integração, de unidade, sintonia, musicalidade e solidariedade. Incrível como tudo pode ser extremamente belo quando todos são uma só alma e um só coração!!
Sincronicidade, harmonia, atenção, esmero, regência soberana  e muita, muita atenção aos sinais que marcavam ritmo, entradas, paradas e finalizações. Perfeito!!!
Realmente, imperdível!!
Parabéns à Isabel, que conseguiu trazer a Banda do Liceu para que pudéssemos nos deliciar com tão lindo espetáculo. Que alegria ver a juventude engajada em uma atividade tão nobre, aprendendo de uma maneira lúdica o que é disciplina, concentração, esforço concentrado e, especialmente, unidade. Muito felizes as palavras do maestro, ao final do espetáculo, ao dizer que tocar em uma banda é um exercício de solidariedade, no qual todos têm consciência de que o brilho é de todos e não de alguém em particular.
Diria que, mais do que um “exercício de cidadania”, como referido pelo maestro,  isso tem tudo a ver com aquilo que São Paulo fala aos Coríntios, na primeira carta, no capítulo 12, 12: “apesar de serem muitos, todos os membros do corpo formam um só corpo.” Muito lindo de se ver e espelho para guiar.
Alguém me disse no encerramento da missa que, para nós, ontem, era um dia para esquecer. Na hora concordei. Pensei que sim, afinal, tivemos muitos contratempos. Mas, assistindo à apresentação da Banda do Liceu, pensei que não. Não era não uma noite para esquecer, mas uma noite para levar para sempre na lembrança e aprender a lição do que é possível, se o que importa é estar presente de coração naquilo que se faz, amando fazer. De um jeito que é impossível – e nem quero – humanamente explicar, ontem o nosso canto também atingiu os corações que se deixaram tocar pelo amor de Deus. Após a dispersão da banda, duas pessoas que não conheço vieram me dar os parabéns pelo nosso coral... Olhei fundo em seus olhos e eles me devolveram que aquilo era verdade e não ironia. Sim, ao menos duas pessoas, que sequer conheço, estiveram em sintonia com o nosso canto...
Lição importante para nunca esquecer: a gente canta e toca como pode, dentro daquilo que o humano permite, mas o que chega às pessoas é por pura Graça, para quem acolhe aquilo que o Amor quer dizer.
Contratempos? Ah, seja por quais motivos forem ou quais coincidências que os fazem acontecer, eles sempre existirão. Ficar parado neles é perder um tempo precioso, só para quem não está disposto a ver coisas maiores, incompreensíveis à razão, permeadas por um Amor e uma Graça que só não recebe quem fechou o coração.
Deus seja louvado, porque um dia reuniu pessoas e plantou um ideal em suas almas. O que começa no amor e nele persevera, não teme contratempos e nem grandes micos. Nosso objetivo é louvar a Deus, honrar o Cristo e suplicar ao Sopro Divino que nos abençoe atue em nós e por nós.
Obrigada pelos olhares e sorrisos cúmplices de cada um de vocês,  sempre que algo não vai bem, como a me dizer para não esmorecer, que vamos conseguir. É isso, gente, ontem mais uma vez estamos de parabéns, porque – se não foi como sonhamos – para pelo menos duas pessoas, fomos vidro transparente em meio à tempestade.
Imaginem vocês, então, que ontem fiquei sabendo que a Marina, netinha do Waldemar, canta quase todas as músicas conosco e tem um pandeirinho em casa... Ontem foi uma noite para sempre lembrar, amigo querido.

Obrigada a todos pelo esforço e pelo empenho para que tudo corresse bem ontem.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Viva São Judas

Hoje é dia de nosso padroeiro e vamos festejá-lo com fervor. As músicas que cantaremos estão na aba "Missas".
Vocês também já podem acessar a aba "Musica a Vozes", para ir treinando as músicas do Advento e do Natal. Espero que isso possa facilitar para vocês. Irei colocando até o final de semana, as músicas que já estão prontas, pois não tive tempo de terminar as postagens.
Foram acrescentadas 15 fotos (gentilmente cedidas pela Carminho) de nossa festa de 10 anos. Deem uma olhadinha lá.
Um bom dia para todos e até a noite.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Quero ver (Canção de Natal)

Como prometido, abaixo as vozes da Canção de Natal (Quero ver). Fica faltando a voz das sopranos, que por razões óbvias, não gravei.

Contraltos


Tenores


Baixos

domingo, 23 de outubro de 2011

Amar como Jesus amou

O evangelho de hoje nos fala que o maior de todos os mandamentos é Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.
Penso que se aprendêssemos a ser simples como as crianças - ou melhor, se conseguíssemos resgatar aquela criança que mora em nós - a vida seria tão mais bela e descomplicada. Com certeza o mundo estaria melhor se a criança em nós jamais morresse...

Bem por isso achei que a música da comunhão de hoje tinha que ser "Amar como Jesus amou", música do Pe. Zezinho, que se segue, na voz do Pe. Marcelo Rossi.


E acho imperdível assistir ao vídeo que se segue, também postado no blog do Sabadão. Embora esteja em espanhol, as imagens falam por si só.
Façam a experiência de acionar o som do arquivo da música (acima), ao mesmo tempo que o vídeo.
Só para nos situarmos: a moça que aparece diz que ela vai tirar umas fotos e pede que as crianças aguardem um instantinho, enquanto vai buscar a máquina fotográfica. Diz que é rapidinho e que eles podem contar, enquanto ela não volta... O resto vocês podem ver por si mesmos.
Bom restinho de Domingo para todos



Em um mundo capaz de produzir o dobro dos alimentos que necessita, morrem por ano 3.5 milhões de crianças. De desnutrição.

sábado, 22 de outubro de 2011

Da gente que eu gosto

O texto que se segue é de Mário Benedetti. Esse é um texto que eu gostaria de ter escrito e assinado. Aos meus amigos:


Eu gosto de gente que vibra, que não tem de ser empurrada, que não tem de dizer que faça as coisas, mas que sabe o que tem que fazer e que faz. A gente que cultiva seus sonhos até que esses sonhos se apoderam de sua própria realidade.

Eu gosto de gente com capacidade para assumir as consequências de suas ações, de gente que arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, que se permite, abandona os conselhos sensatos deixando as soluções nas mãos de Deus.

Eu gosto de gente que é justa com sua gente e consigo mesma, da gente que agradece o novo dia, as coisas boas que existem em sua vida, que vive cada hora com bom ânimo dando o melhor de si, agradecido de estar vivo, de poder distribuir sorrisos, de oferecer suas mãos e ajudar generosamente sem esperar nada em troca.

Eu gosto da gente capaz de me criticar construtivamente e de frente, mas sem me lastimar ou me ferir. Da gente que tem tato. Gosto da gente que possui sentido de justiça. A estes chamo de meus amigos.

Eu gosto da gente que sabe a importância da alegria e a pratica. Da gente que por meio de piadas nos ensina a conceber a vida com humor. Da gente que nunca deixa de ser animada.

Eu gosto de gente sincera e franca, capaz de se opor com argumentos razoáveis a qualquer decisão.
Gosto de gente fiel e persistente, que não descansa quando se trata de alcançar objetivos e idéias.

Eu gosto da gente de critério, a que não se envergonha em reconhecer que se equivocou ou que não sabe algo. De gente que, ao aceitar seus erros, se esforça genuinamente por não voltar a cometê-los. De gente que luta contra adversidades. Gosto de gente que busca soluções.

Eu gosto da gente que pensa e medita internamente. De gente que valoriza seus semelhantes, não por um estereotipo social, nem como se apresentam. De gente que não julga, nem deixa que outros julguem. Gosta de gente que tem personalidade.

Eu gosto da gente que é capaz de entender que o maior erro do ser humano é tentar arrancar da cabeça aquilo que não sai do coração.

A sensibilidade, a coragem, a solidariedade, a bondade, o respeito, a tranqüilidade, os valores, a alegria, a humildade, a fé, a felicidade, o tato, a confiança, a esperança, o agradecimento, a sabedoria, os sonhos, o arrependimento, e o amor para com os demais e consigo próprio são coisas fundamentais para se chamar GENTE.

Com gente como essa, me comprometo, para o que seja, pelo resto de minha vida... já que, por tê-los junto de mim, me dou por bem retribuído.

Impossível ganhar sem saber perder.
Impossível andar sem saber cair.
Impossível acertar sem saber errar.
Impossível viver sem saber reviver.

A glória não consiste em não cair nunca, mas em levantar-se todas as vezes que seja necessário.
E ISSO É ALGO QUE MUITO POUCA GENTE TEM O PRIVILEGIO DE PODER EXPERIMENTAR.
Bem aventurados aqueles que já conseguiram receber com a mesma naturalidade o ganhar e o perder, o acerto e o erro, o triunfo e a derrota...

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Doce é sentir...

Ao invés de cantar as tradicionais cantigas de ninar para meus filhos, sempre cantei esta melodia, que considero lindíssima.
Uma linda cantiga de ninar que fala do Amor de Deus por todas as suas criaturas...
Uma canção que nos faz refletir sobre o imenso Amor que gera e dirige todo o Cosmos.

Doce é sentir... não estou sozinha, sou uma parte de uma Imensa Vida que, generosa, reluz em torno a mim. Imenso dom, do Teu amor sem fim.

Que Deus seja louvado por tanto amor e por tanta Graça!

PS. Parabéns, Claudinha!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Viva o João!

Embora ele não seja um membro "cantante" nem "tocante", é um membro do nosso grupo. Se não for porque projeta as músicas na missa, é principalmente por todo o suporte que me dá para poder me dedicar ao grupo e às músicas. Por isso, peço licença a todos, mas hoje o post vai para ele, a quem amo tanto.
E a música também.

Beijão, meu Xu.

Marly


segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Regente sofre!!

Pessoal, hoje tem ensaio. Ontem me confundi, mas já estava programado que esta semana o dia de ensaio seria diferente. Quem viu a programação do mês já sabia.
O Xico me mandou o vídeo abaixo, uma belezoca!
Olha só como é difícil reunir pra fazer música kkkk
Regente sofre!!!

domingo, 16 de outubro de 2011

Nossa missão

Hoje me lembrei muito de uma música que aprendemos a cantar por ocasião da ordenação do Adinam... Lembram-se que tivemos que aprender uma porção de músicas novas, inclusive o Santo (das palmas) que por tanto tempo tivemos que acertar e acertar até chegar a ficar como ficou?

Acho que muito pelo que tenho vivido nos últimos dias, de intensa presença de Deus em minha vida, de tantas coisas boas vivenciadas, acabei procurando e encontrando a música abaixo, que retomaremos no próximo ensaio e que bem diz sobre a minha, a nossa, missão.

De volta à ativa, pessoal! Com força total!



quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Luz das Nações

Neste dia dedicado à nossa Mãe e padroeira do Brasil, vale recordar uma música belíssima - que demoramos um tiquinho a aprender, mas que ficou tão linda depois de pronta.

Ninguém vai ao Pai senão pelo Filho e Maria nos ensina como amá-Lo. Ela não é o Centro, mas está no Centro.

Salve Rainha, Luz das Nações.





0863 – Luz das Nações


Aiê, iere-raie-ra,  iere-raie-ra,  iera-iera
Aiê, iere-raie-ra,  iere-raie-ra,  iera-iera 

Todos os povos da Terra serão um dia uma só Nação.
Se a humanidade se unir e pensar um mundo melhor surgirá.
Os quatro cantos da Terra estarão vivendo num só coração.
Raças e credos, buscando um só Deus, unidos em uma oração. 

Eis que surge, no alto, uma mulher pra nos guiar,
vem marchando e trazendo uma oração e a bandeira de Cristo nas mãos. 

Rainha de todos os povos, marcha na frente dos filhos seus.
Rainha de todos os povos, marcha na frente, rumo a Deus.

Todos os povos da Terra serão um dia uma só nação.
Se a humanidade se unir e pensar um mundo melhor surgirá. 

Deus é paz, a paz é Deus
Deus é paz, a paz é Deus
Deus é paz, a paz é Deus
Deus é paz, a paz é Deus 

Aiê, iere-raie-ra,  iere-raie-ra,  iera-iera
Aiê, iere-raie-ra,  iere-raie-ra,  iera-iera

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Deitado em manjedoura

Abaixo, cada um dos naipes e a seguir o acompanhamento somente, com o arranjo tocado pela Luci. Aproveitem para ensaiar.

Sopranos



contraltos


tenores


baixos


Deitado em manjedoura - instrumental



segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Noite de Amor

Sopranos


Contraltos


Tenores


Baixos

domingo, 9 de outubro de 2011

Cristãos, vinde todos (Adeste fidelis)

Sopranos


Contraltos


Tenores


Baixos



426- Cristãos, vinde todos!
 

Cristãos, vinde todos, com alegres cantos.
Oh, vinde! Oh, vinde até Belém.
Vede nascido vosso Rei eterno.


Oh! Vinde adoremos!
Oh! Vinde adoremos!
Oh! Vinde adoremos o Salvador!


Humildes pastores deixam seus rebanhos
e alegres acorrem ao Rei dos céus.
Nós igualmente, cheios de alegria.
 

O Deus invisível, de eternal grandeza,
sob véus de humildade, podemos ver.
Deus pequenino, Deus envolto em faixas!


Nasceu em pobreza, repousando em palhas,
o nosso afeto lhe vamos dar.
Tanto amou-nos! Quem não há de amá-lo?


A estrela do oriente conduziu os magos
e a este mistério envolve em luz.
Tal claridade, também, seguiremos!

sábado, 8 de outubro de 2011

Aos meus amigos

Pessoal

não estaremos juntos este final de semana... Se Deus quiser, chegamos segunda-feira em casa...
   Recebi um arquivo do meu irmão, Ivan, com uma música lindíssima e resolvi colocá-la aqui, pois o Gabriel, que fez o vídeo, colocou uma bela mensagem junto com a legenda da letra. Acho que vale a pena vocês conhecerem.
   Eu ouvia muito essa música na minha adolescência, especialmente quando tinha uns 12 anos. Não entendia lhufas de inglês (que continuo entendendo pouco), mas ela produzia um sentimento imenso em mim... Adorava e nem sabia o seu teor. Curtam o vídeo, na voz de Elvis Presley.
   Boa missa pra vocês, sob regência da Luci (ela ainda não sabe disso kkkk).
   Saudades de todos!
   Beijão
             Marly

video

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Noite Santa

A seguir, cada um dos naipes, a letra e, após, o acompanhamento somente.


Sopranos


Contraltos
   

Tenores


Baixos


553 – Noite Santa

Ó Noite Santa, de estrelas, fulgurante
Ó linda Noite em que Cristo nasceu
Estava o mundo pecador errante
Até que o Cristo à Terra apareceu
As almas gozam nova esperança,
Em clara aurora , a nova luz se ergueu

Povos ajoelhai, ouvi a voz dos anjos   
Ó, Noite divina, em Belém Jesus nasceu !   
Ó, Santa Noite, eis, Jesus nasceu! 

Com corações alegres nos curvamos
Aqui, no berço de Cristo Jesus
Magos também, do Oriente, aqui chegaram
Guiados por uma Estrela de luz
O grande Rei, nascido pobremente,
Eterno amigo vai se revelar

Nossa fraqueza o Cristo bem conhece 
Ó, eis aqui vosso Rei, vinde adorar!
Ó, eis o vosso Rei, vinde ajoelhar!


Instrumental

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Queridos,

A Marly me perguntou se eu não queria atualizar o blog...( ela móóóórre de saudade desse coral!) kkk... e eu já havia recebido esse texto (abaixo) da nossa amada Célia, em meu e-mail, só estava aguardando saber dela mesma se era para postá-lo!
Ver que a Marly está pensando em nós, mesmo em meio a um passeio tão gostoso e que a nossa Célia - sempre sorridente, animada, fazendo brincadeiras aqui e ali, tentando dar uma ordem na bagunça que fazemos (risos) - partilhou sua experiência concreta de amar sobre todas as coisas, me fez pensar que cada pessoa ali tem um universo individual e já trava sua própria luta interior.
São vivências nem sempre conhecidas ou compartilhadas, mas que existem entre as pausas e silêncios das músicas que cantamos. 
Por trás desse coro de vozes, tão alegre e unido que formamos, há uma entrega silenciosa e imensa de tudo aquilo que vivemos ... e Quem tudo vê, tudo sabe desse mistério (e ministério) vivido com a ajuda amorosa da nossa regente, dos instrumentistas e de cada um de nós, é Deus! Por isso, amada amiga, descanse mesmo, esperamos você pra continuarmos nossa canção para Ele!
    Célia, já disse a você várias vezes o quanto você é querida! Mais que querida, é um instrumento feliz em nosso meio, por onde o amor de Deus é vísível e sensível. Deus deve estar muito feliz com a música que você tem cantado para Ele! Você nos enriquece!
Um beijo amoroso em seu coração e em toda sua família!
Um beijo para cada um, logo estaremos reunidos outra vez! 

Célia Belai

    Uns dias atrás, a Silvia do coral me perguntou o que eu fazia da vida, enfim queria saber um pouco mais sobre mim, então resolví contar brevemente sobre minha vida.
   Sou viúva há 3 anos e meio, tenho 2 filhos casados e 4 netos.
   Quando meu primeiro neto nasceu (Felipe), ficamos muito felizes, pois o amor de avós para neto é inenarrável; mas logo ele começou a apresentar um sangramento nas fezes e depois de irmos a Campinas, S.Paulo, Botucatu e Curitiba foi constatado que ele e um priminho (filho da irmã da minha nora) tinham uma doença chamada Wiscot-Audrich, que é mais severa que a leucemia. Antes de sabermos o diagnóstico do Felipe, nasceu o Guilherme (irmão) com a mesma doença. A conduta para esta doença é só transplante de medula, o qual o Pedro, priminho deles, nem conseguiu fazer, pois veio a falecer em abril de 2007.
    Em agosto de 2007, partimos eu, meu filho Fernando, minha nora, a mãe dela e meus 2 netos para Curitiba, para fazer os transplantes nos meninos (posso dizer que foi um calvário). Ficamos em Curitiba até 30 de abril de 2008, viemos embora, nesse dia, para enterrarmos meu neto, o Felipe, e viemos já sabendo que o Guilherme estava perdendo o transplante.
    Quinze dias após a morte do Felipe, nasceu a Maria Fernanda, irmã dos meninos e, no dia 12 de junho, meu marido enfartou e faleceu. Estamos ainda na luta com o Guilherme.
   Quis contar um pouco sobre mim, para dizer que, embora tenham acontecido muitas coisas tristes comigo, sou feliz, gosto de viver intensamente, junto com meus filhos, netos, pais, irmãos e amigos. Tenho outra neta, filha do Eduardo (Maria Eduarda).
    Onde entra o Coral na minha vida?
   É com muito carinho que posso dizer, que foi uma coisa maravilhosa que aconteceu comigo; digo que o coral é minha terapia. Sou muito agradecida a todos que me receberam, a generosidade e amor que todos me dão; amo a todos, do fundo do meu coração.
A vida é para se viver a cada dia, sempre almejando a felicidade... Viver o evangelho, é procurar ser melhor,a cada dia; praticá-lo é viver o amor.

Célia Regina Bertoli Belai

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

É Natal, amém!

(Canto Final - Natal)

Sopranos


Contraltos


Tenores


Baixos

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Nasceu o Salvador

(Comunhão - Natal)

Sopranos


Contraltos


Tenores


Baixos

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

A festa dos dons

(Canto de Oferendas - Natal)

Sopranos


Contraltos


Tenores


Baixos

domingo, 2 de outubro de 2011

Uma folguinha, que ninguém é de ferro...


Bom, essa semana trabalhamos bastante, não?
Ensaio na quarta, missa do Tríduo de Santa Teresinha na quinta, Missa de Abertura do Cinquentenário da Paróquia no sábado e Missa no domingo...      
Ufa, né?  Mas valeu cada momentinho, concordam?                 

Como é bom a gente estar junto!    
Mas uma folguinha é boa também...

Por isso, esta semana, descansamos de ensaio, para voltarmos com força total na outra semana e começar os ensaios para o Advento e Natal.
Dá para acreditar? Já está chegando! 

Enquanto ainda ficamos saboreando estes dias de encontro mais intenso, curtindo o sucesso de nosso hino, agradeçamos ao Senhor a nossa amizade e a nossa partilha.               

Aproveito também para dar uma fugidinha e passear lá pelo Sul com o João. 
Se bater a saudade (kkkk), fiquem com a música da Carole King, You've got a friend (Você tem um amigo), que estou postando abaixo em homenagem a todos vocês, meus amigos queridos.




Quem foi que assim nos fascinou para que tivéssemos um ar de despedida em tudo que fazemos? (Rilke)

sábado, 1 de outubro de 2011

Sábado e Domingo, 2 de outubro de 2011
27º Domingo Comum

A vinha
MANTRA: Deus é bom
ENTRADA: 340
ATO PENITENCIAL: 437
HINO DE LOUVOR: 80
ACLAMAÇÃO: 491
OFERENDAS: 169
SANTO: 544
ABRAÇO DA PAZ: 581
CORDEIRO: 848
EU NÃO SOU DIGNO: 373
COMUNHÃO: 807
PÓS-COMUNHÃO: 464
Hino do Cinquentenário
SAÍDA: 83

É kairós para nós!

       Os gregos antigos tinham duas palavras para nomear o tempo: khronos e kairós.
A designação khronos referia-se ao tempo cronológico, o tempo que se mede, enquanto que kairós era utilizada para falar de um momento indeterminado no tempo, em que algo especial acontece: a experiência do momento oportuno.
      Em Teologia, a palavra kairós é usada para descrever a forma qualitativa do tempo, o "tempo de Deus" e khronos diz respeito à natureza quantitativa, o "tempo dos homens". Ou seja, khronos, é o "tempo humano", medido em anos, dias, horas e suas divisões; kairos, "o tempo de Deus", não pode ser medido, pois "para o Senhor um dia é como mil anos e mil anos como um dia", portanto, kairós é um tempo de graça e de intenso relacionamento com Deus.
      Hoje, dia 1º de outubro, iniciamos um tempo de intensas comemorações em nossa Comunidade. Muitas e diferentes atividades para celebrar, de 1º de outubro de 2011 a 28 de outubro de 2012, o cinquentenário da Paróquia.
      Será tempo também, de rever e corrigir os rumos pessoais e da Comunidade. Tempo de interiorização, de aprofundamento, de maior empenho na busca de Deus. 
       Que nossa luz seja sempre Jesus e que Ele nos envie o Seu Santo Espírito, para que continuemos unidos, em comunhão, dispostos e empenhados em cantar para Deus e a viver uma verdadeira partilha amorosa.
      Em agosto vindouro, um Festival de Corais estará sob nossa responsabilidade. Já é tempo de arregaçar as mangas e iniciar os trabalhos! Essa será a nossa parte nas comemorações do nosso Jubileu. Conto com a ajuda de todos e que alguns voluntários se apresentem, para que possamos montar uma equipe que coordene tudo o que precisa ser planejado.
      Que o Senhor nos guie, guarde e ilumine!
       É kairós para nós!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...