segunda-feira, 18 de julho de 2011

Aleluia!

Teve um dia que a gente teve o "topete" de achar que podia cantar o Aleluia, de Handel...
E cantamos, "descaradamente", no Teatro Municipal, no I Festival de Corais promovido pela Secretaria de Cultura.
E foi lindo e emocionante! Uma conquista e tanto!

Foi nessa época também, que além de ensaiarmos exaustivamente, eu tinha que estudar em casa, durante a semana, para poder dar as entradas dos naipes. Nossa, não era fácil!!!
O jeito mais simples que encontrei foi colocar a partitura em um programa de computador e ficar "regendo" na frente do computador, imaginando o posicionamento das sopranos, contraltos, tenores e baixos. E cantava junto, especialmente aquela sequência enlouquecida de "Aleluias" cantada alternadamente por todos os naipes.
Um belo dia estava "regendo" o computador, em meio a muitos "Aleluia", quando o telefone tocou.
Não tive dúvida em atender rapidamente: "Aleluia?"
Ao invés do tradicional "Alo?", foi Aleluia mesmo que eu disse... Pra minha sorte, era a Teresinha do Natal. Rimos juntas e ela não ficou achando que eu era doida (talvez só um pouquinho...).
Hoje, abrindo um vídeo que o Edwin me mandou, lembrei daqueles momentos e, ouvindo e vendo o vídeo, foi impossível não me emocionar.

Trata-se de uma apresentação surpresa em uma praça de alimentação de um shopping. Curta a cara de surpresa das pessoas, a emoção da maioria delas e veja se consegue continuar indiferente (como alguns que continuam comendo rsss)...


2 comentários:

  1. Bem que podíamos repetir a dose e encarar mais os ensaios e cantar o "Aleluia" que foi maravilhoso! E não ficamos devendo nada a esse coral do vídeo acima...
    Isabel

    ResponderExcluir
  2. Quem sabe para a Páscoa do ano que vem, né, Isabel?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...